Informações para a imprensa

Agência Ideal – PABX: (11) 3035-2161 – www.agenciaideal.com.br
Beatriz Corregiari – beatriz.corregiari@agenciaideal.com.br - (11) 4873-7935
Andréa Farias- andrea.farias@agenciaideal.com.br -(11) 4873-7910

Go Back To All Articles mar 24 2012

GESTANTES SÃO MAIS SUSCETÍVEIS A PROBLEMAS DE VISÃO

Que a gravidez mexe com os sentidos, com o humor e os hormônios da mulher todos sabem, mas o fato de gerar um filho também deixa a gestante mais propensa a problemas de visão devido às mudanças hormonais que envolvem os múltiplos órgãos do corpo, incluindo os olhos. Além de doenças como conjuntivite e a síndrome do olho seco (alteração na quantidade ou qualidade da produção lacrimal que está relacionada ao aumento da produção de estrogênio), as grávidas podem apresentar mudanças no grau dos óculos e intolerância ao uso de lentes de contato, caso as utilizem.

Para alertar as mamães de como proteger a visão durante a gravidez, a Transitions, especialista no desenvolvimento de lentes fotossensíveis para óculos, reuniu algumas dúvidas mais comuns das mulheres neste período, em conjunto com a oftalmologista Dra. Denise Fornazari.

- Por que as grávidas são mais suscetíveis a problemas oculares?
R: A gravidez está associada a diversas mudanças envolvendo múltiplos órgãos, incluindo os olhos. A maioria das mudanças oculares durante a gravidez que afetam os olhos tem natureza hormonal, metabólica, hematológica, cardiovascular e imunológica.

 

- Quais são os problemas visuais mais comuns em grávidas?
R: Os efeitos da gravidez sobre os olhos podem ser divididos em três categorias: alterações fisiológicas, mudanças em doenças oculares pré-existentes e alterações patológicas. As alterações fisiológicas são totalmente reversíveis e todos os sintomas desaparecem após o parto e período de amamentação. A gestante apresenta diminuição da sensibilidade da córnea e aumento da espessura e da curvatura, provavelmente por edema (inchaço) dos tecidos. Isso pode levar a mudanças na refração (no grau dos óculos) e intolerância ao uso de lentes de contato. Por essa razão recomenda-se não trocar óculos nesse período e aguardar até depois do parto, se possível. A pressão intra-ocular também pode ser alterada. Quando há doenças oculares pré-existentes, com a retinopatia diabética, essa pode se agravar durante a gestação, se o diabetes não se mantiver controlado nesse período. E há também a hipertensão que pode ocorrer na gravidez e levar a alterações oculares importantes, principalmente nos casos de pré-eclampsia e eclampsia que é o descontrole da pressão arterial. São as alterações patológicas da gravidez.

- Como elas podem se proteger?
R: O acompanhamento pré-natal sempre é a melhor forma de prevenir e detectar precocemente as alterações graves que podem ocorrer e isso inclui uma visita ao oftalmologista. Além da visita ao médico, estar atenta à higiene dos olhos e utilizar corretamente os óculos também ajudam na prevenção. Hoje no mercado existem lentes com tratamentos diferenciados que proporcionam um conforto visual maior aos usuários e diminuem a sensação de vista cansada, o que pode ser mais um benefício para as grávidas.

- Existem tipos de óculos ou de lentes mais indicados para grávidas?
R: Na verdade, não é porque a mulher está grávida que ela deve usar óculos, mas se ela já os utiliza é recomendável que espere para refazer os óculos depois do parto, pois algumas alterações no grau podem se modificar. Sobre as lentes, não existe no mercado algo específico para grávidas, porém sabemos que existem lentes com um tratamento diferenciado que protege contra os raios UV, chamadas Transitions, e que podem ajudar a deixar a vista mais confortável neste período.

- Doenças nos olhos adquiridas durante a gravidez podem passar para o bebê?
R: Algumas doenças infecciosas adquiridas pela mãe, principalmente no primeiro trimestre podem comprometer o bebê. A toxoplasmose é um exemplo. A grávida pode ter a doença na forma ocular ou ainda sistêmica e pode transmitir para o bebê, causando lesões oculares graves.

- No verão, aumentam os casos de conjuntivite, como as grávidas podem se prevenir? R: A prevenção das conjuntivites deve ser feita com cuidados simples como lavar as mãos com frequência. Objetos pessoais como toalhas e travesseiros também devem ser separados. Não há transmissão de conjuntivites pelo ar, é preciso contato direto e a mão é o principal veículo de contaminação. Lavar as mãos é a principal medida para evitar a transmissão.

- No caso de ter um problema de visão durante a gravidez, qual o primeiro passo a se tomar após o nascimento do bebê?
R: É recomendado que toda criança seja avaliada pelo oftalmologista antes de completar um ano de vida. Atualmente, em muitas maternidades em vários municípios do país é obrigatória a realização do teste do “olhinho”, que é uma triagem de problemas oftalmológicos realizada nos primeiros dias de vida, antes da alta do bebê. E na suspeita de alguma alteração ocular, o bebê deve ser encaminhado ao oftalmologista imediatamente. O exame ocular é possível de ser realizado em qualquer idade.

Sobre a Transitions

A Transitions Optical é líder mundial na produção de lentes fotossensíveis e é uma empresa responsável e atuante em temas de saúde da visão. As lentes Transitions são as mais recomendadas do mundo pelos especialistas ópticos e se adaptam as diversas condições de luminosidade, sendo transparentes em ambientes internos e escuras em ambientes externos.
A empresa possui fábricas em Pinellas Park (Estados Unidos), Tuam (Irlanda), Laguna (Filipinas), Sumaré (Brasil) e Chonburi (Tailândia). Tem, ainda, escritórios comerciais em mais de dez países. Veja o melhor da vida com as lentes Transitions.